Roubo em Gameleira da Lapa Volta a Desafiar Os Poderes Públicos

Written by: Editorial

Mais um roubo de dimensão preocupante voltou a acontecer na zona urbana do Distrito de Gameleira da Lapa, município de Sítio do Mato. Um estabelecimento comercial foi invadido durante a madrugada na Rua J.J Seabra (Centro Antigo) de quarta para quinta-feira (11/01), tendo sido levado várias mercadorias, produtos e outros objetos, cujo o prejuízo ainda está sendo calculado. Mas já se sabe que foi grande.

Os delitos vêm ocorrendo de uma forma frequente que pode transformar a atraente comunidade em um verdadeiro caos, pois a população pode reagir a qualquer momento, principalmente porque o poder público não dá sinal de alguma medida. População não se recorda da última vez que teve uma ronda policial.

Mesmo a segurança pública sendo de responsabilidade do Governo Estadual, a Prefeitura também tem sua parcela de inatividade, fechando os olhos para o problema. Os ministérios públicos estadual e federal poderiam ser acionados pela falta de cumprimentos dessas prerrogativas constitucionais de direitos do cidadão. 

Politizado, desorientado, o Distrito vem cada dia perdendo poder de diálogo com os poderes públicos, o que acaba desperdiçando a oportunidade de exigir judicialmente algumas ações do Estado e da Prefeitura, além de nenhuma credibilidade dos pedidos realizados, para a comunidade.

A segurança pública na região caminha a cada dia para uma situação caótica, levando a segurança própria como possível substituta. Nesse sentido, o projeto do senador Wilder Morais (PP-GO) aprovado pela CCJ indica que moradores da zona rural poderão ser autorizados a adquirir uma arma de fogo para utilizar na segurança de sua família e propriedade. Seguindo o rito, o projeto ainda será enviado à Câmara dos Deputados para votação.

Caso o projeto seja sancionado, o Estatuto do Desarmamento só servirá para zona urbana das sedes dos municípios, onde tem rondas e policiamento permanentes.

Category: Últimas Notícias