Estradas vicinais, uma alternativa importante

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A importância das estradas vicinais para o município de Sítio do Mato é cada vez mais evidente quando se observa as necessidades de locomoção da população e da produção na região. Porém, as condições desta infraestrutura logística têm piorado visivelmente nos últimos anos, atingindo principalmente ampla população rural. Com as chuvas e os desvios dos veículos da BA-161, a trafegabilidade das estradas vicinais ficou comprometida, pois as mesmas não receberam atenção devida, causando prejuízos econômicos e sociais à sofrida região.

 Com uma área de 1.751 km2, com densidade da população de 6,88 habitantes/km2e com uma das maiores concentrações de assentamentos rurais da Bahia estes atributosse caracterizam como condições básicas para os entes públicos buscarem formas de eleger urgentemente as estradas vicinais também como prioridade no município.

Os resultados dessa atenção seriam de políticas públicas mais eficientes, como saúde e educação chegando mais rapidamente nas populações mais distantes, além de melhorias no deslocamento intramunicipal das pessoas e dos bens e serviços.

Dada à falta de bom senso do Governo Estadual com as condições da BA-161, entre Sítio do Mato/Gameleira/BR-242 se encontrarem em condições nitidamente desumanas, as estradas vicinais poderiam aliviar o sofrimento do interior, sendo uma alternativa viável de trânsito no município.

Estas medidas se dariam com a recuperação das estradas vicinais às margens do Rio São Francisco que liga Sítio do Mato à Tataíra e Gameleira, trecho de aproximadamente 28 km (pela BA-161 são 46 km), bem como a que liga Gameleira ao Mangal Barro-Vermelho e Vale Verde, cujas distâncias seriam de apenas 13 km (via BA-161 são 22,5 km) e 23 km (via BA-161 são 41 km), respectivamente.Vale ressaltar que estas medidas são aproximações.

As demais estradas que interligam os assentamentos rurais na região de Quixaba e Riacho dos Cavalos também merecem atenção, além do tráfego de grande volume de estudantes a via é também principal ligação com o Distrito de Traíras, em Serra Dourada.

É importante lembrar que a velocidade média nestes percursos deve ser controlada, devido ao grande número de pessoas e vilas, e o trânsito de animas por essas vias, evitando assim acidentes e outros transtornos.

De acordo com informações obtidas, a CODEVASF disponibiliza recursos através de ações ambientais de recuperação e adequação de estradas vicinais. Além disso, o PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento)  do Governo Federal também reserva um programa específico com ações desta natureza.

Estas medidas seriam enormemente benéficas à mobilidade dentro do município como um todo, com fortalecimento das atividades e melhorias nas condições de vida das pequenas comunidades e vilas, áreas mais carentes e necessitadas do nosso município.

 Magali Viana – Graduanda em Administração pela Universidade Estadual da Bahia (UNEB)- Campus XVII Bom Jesus da Lapa

FONTE: www.gameleiradalapa.com.br

Category: Blog e Artigos
Acessos: 349