Roubo a Residência Preocupa População de Gameleira da Lapa

Mais uma residência sofreu ato criminoso no Distrito de Gameleira. O fato aconteceu na noite do último domingo, dia 06 de novembro, por volta das 21 horas (9 hs da noite). O crime aconteceu na Rua Bela Vista, no qual foram levados diversos objetos e pertences da residência.

Segundo informações, os elementos aproveitaram que os proprietários estavam no centro da comunidade e arrombaram portas e janelas de forma qualificada para cometer o delito, mostrando total ousadia diante dos riscos derivados da ação.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Sítio do Mato; estas afrontas começam a preocupar os agentes de segurança pública com o avanço da criminalidade do até então tranquilo Distrito municipal. Um alerta para a população é que sempre é importante registrar o boletim de ocorrência (BO) para que as autoridades tenham conhecimento e tomem as devidas providências.

Alguns moradores já relataram vários casos de tentativa de roubo e até invasão a residência, e com situações de briga corporal com acusados, porém com desfecho sem gravidades. 

Penalidades

Para este tipo de crime praticado é previsto à aplicação do Código Penal, após determinação condenatória. A depender do desfecho do caso, a pena pode ser prisão e multa.

Em caso de prisão dos acusados, o destino dos mesmo pode ser Feira de Santana (700 km de distância), em caso de ser menor de idade, já que o município é o mais próximo que possui centro de detenção para menores infratores; e caso for maior de idade será recluso no complexo penal de Bom Jesus da Lapa ou Barreiras.

No Código Penal, para casos de furto qualificado é previsto pena de reclusão de 2 (dois) a 8 (oito) anos. Como geralmente, os furtos ou roubos têm destino, a receptação de objetos roubados também implicará em pena de 1 (um) a 8 (oito anos de reclusão), a quem tiver posse dos objetos furtados.

Fatores que Contribuem

Costumeiramente, a região sempre foi marcada por uma atuação efetiva das forças policias e de segurança pública no geral, mas os agentes políticos muitas vezes interferem nas ações disciplinares (pagando fiança ou outros meios).

É importante destacar também outros fatores fundamentais que vêm contribuindo para que crimes como esse se tornem constantes, em um lugar praticamente familiar.

A população de Gameleira sempre destaca a necessidade de um posto policial na localidade, cujo crescimento populacional e desenvolvimento têm sido visíveis nos últimos anos. Este ponto além de não ser atendido pelas autoridades competentes, rondas policiais são quase inexistentes na localidade de certo tempo.

Antigamente, um dos fatores que inibia o deslocamento das forças policias era as condições da Rodovia BA-161, situação esta que está praticamente resolvida. Rondas e rotinas policias devem ser constantes na localidade, para de fato se prevenir atos criminosos.

Outra ponto que facilita a atuação de criminosos é a situação da iluminação pública. Recentemente, as ruas principais de entrada do Distrito receberam iluminação de qualidade. Porém, a maioria das ruas do Distrito sofre com a escuridão ou má iluminação urbana. Detalhe, todos os moradores pagam o mesmo valor na taxa de iluminação, o que é algo desigual. A rua que aconteceu o delito está praticamente as escuras, colocando em risco centenas de residências.

Moradores e visitantes tem enfrentado dificuldades de transitar pela rua da localidade que possui apenas um poste de iluminação está funcionando. Anoiteceu, muitos moradores não saem mais na porta.

Cabe a autoridade municipal, dentro da suas funções e obrigações, solucionar o impasse público que afeta centenas de famílias, seja criança, jovens ou idosos. A iluminação pública é crucial em um processo de segurança pública.

 

Category: Jornal do Povo
Acessos: 810

Deixar seu comentário

Postar comentário

0 / 500 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 1-500 caracteres
  • Nenhum comentário encontrado