Seminário Sobre Rio São Francisco é Destaque no Colégio Estadual Thomaz Leite

Diante da crescente necessidade do debate sobre as condições e revitalização do Rio São Francisco, alunos do 1º e 2º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Thomaz Leite, em Gameleira da Lapa, realizaram um simpósio sobre a história e situação atual do rio.

Na pauta da apresentação estiveram diversos temas que são considerados essenciais para o debate atual, como a degradação ambiental do rio, a influência do homem na preservação e revitalização, os biomas inerentes a região e também as questões relativas aos ribeirinhos e povos tradicionais. Além disso, a temática foi estabelecida por grupos, cujo o objetivo era relacionar as discussões e suas implicações na região de Gameleira.

O trabalho dos alunos foi coordenado pelo Professor de História, Paulo Roberto, no qual afirma que os alunos sentiram o espírito da atividade, "apesar de escolar se tornou em uma verdadeira aula de cidadania" as apresentações dos alunos.

Ainda de acordo com Paulo, "o importante foi mostrar a importância do rio para nossa comunidade, incluindo um paralelo com o antes e o depois da intervenção no processo erosivo". Além disso, foi destacado também "a influência do rio na economia local, como é caso das ilhas na agricultura de subsistência, na criação de gado, os transportes fluviais e o turismo", como fontes de ocupação e renda local.

Essa inciativa mostra que existe uma integração do Colégio Estadual com a realidade do Distrito, em que os alunos passam a ser o termômetro das situações na localidade, seja para identificar os problemas ou mesmo inciar um processo de possível solução através do debate.



Outro trabalho muito comentado sobre a temática foi um artigo da Professora Aline Rosane, de Sítio do Mato, com o o título "Rio São Francisco, sua história e suas riquezas". Os professores presentes recomendaram o trabalho da professora, muito bem fundamentado na atual situação do rio.

Para complementar, a Escola Thomaz Leite passou recentemente por um processo de renovação na diretoria, no qual a comandante da direção passou a ser a professora efetiva e filha da localidade, Gardênia Ferreira Leite. A nova diretora é pós-graduada pela tradicional Universidade Salvador (UNIFACS) e atendeu todos os requisitos exigidos pela Secretaria de Educação para assumir o posto. Diante disso, a sintonia estabelecida entre a nova direção e corpo docente (professores) da instituição se propôs a chamar parte da responsabilidade para discutir temas como este, sem fugir do roteiro escolar, como forma de inserir o diálogo na sociedade gameleirense.

Para aqueles que não sabem, uns dos trechos do Rio São Francisco mais bem cuidado é aqui no Distrito de Gameleira da Lapa. A profundidade do rio ainda se mantém, mesmo diante da grande carga de de areia e erros no projeto de combate ao processo erosivo na localidade. Isso se dá porque a preservação da margem direita, fiscalizada pela comunidade para que não haja desmatamento, é uma das principais ações comunitárias.


Portanto, é fundamental que a escola seja a fomentadora desses debates e esclarecimento para os próprios alunos e para a população com um todo, assim possivelmente esta formatação poderá ser a base de informação da comunidade e aprendizado dos demais alunos local e da região.

Category: Últimas Notícias
Acessos: 1545

Deixar seu comentário

Postar comentário

0 / 500 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 1-500 caracteres
  • Nenhum comentário encontrado