População de Gameleira da Lapa Clama por Policiamento

O Distrito de Gameleira da Lapa é considerado um dos lugares mais tranquilos da região, em que turistas se divertem, as famílias se respeitam e prezam pela paz. Mas, infelizmente, em alguns momentos acontecem infrações que atormentam a vida de toda comunidade, em que alguns delitos são cometidos.

O policiamento no Distrito, cuja zona urbana é de 3 mil habitantes, é praticamente inexistente. Um falha grave da Secretaria de Segurança Pública e do Governo do Estado, além de omissão da Prefeitura por falta de articulação e preocupação em resolver a insegurança no município.

Na madrugada deste domingo, uma briga na Praça Mercado acabou deixando uma pessoa ferida. A arma utilizada foi uma garrafa que atingiu a vítima gravemente. Imediatamente, o paciente foi levado pela SAMU até a UPA de Bom Jesus da Lapa. Apesar da angústia, a vítima recebeu os pontos e já teve alta.

Naturalmente, a 38º CIPM da Polícia Militar foi acionada em busca do acusado. Porém, o mesmo conseguiu fugir e se encontra foragido da justiça. As buscas continuam para se ter o desfecho esperado pela população. A tentativa de homicídio se enquadra no Art. 121 do Código Penal brasileiro. Neste caso, o acusado pode ter uma pena com prisão de 6 a 20 anos. Triste para a família, mas é a Lei que deve imperar.

Nessa situação, a população clama por pelo menos com rondas policiais na região, além da Polícia Militar, pede a Polícia Civil e a CIPE-Cerrado. As famílias de Gameleira da Lapa estão seriamente preocupadas com o aumento da violência que vem ocorrendo. A maioria delas acha que "a presença da polícia seja de dia ou de noite, ou de surpresa já faria toda diferença", relata uma dona de casa.

Os conselheiros jurídicos alertam: divergências se resolvem pacificamente; caso isso seja impossível, basta acionar a justiça. A impunidade está reduzindo, já que a população exige cada vez mais que a Lei seja cumprida. Agressões, discussões fúteis e porte de arma tem custado o futuro de muita gente. Procure sempre estar dentro da Lei.

A presença da Polícia inibe delitos e atentados contra a ordem. O respeito da lei também é feito com a imagem de quem a defende, por isso, o Distrito necessita desse avanço que é a presença policial no Distrito. Violência atrapalha a vida da comunidade. Violência afasta os visitantes. Violência inibe melhorias e qualidade de vida das pessoas.

Na década de 1960, o Distrito possuía uma Sudelegacia de Polícia que tinha bastante presença e garantia a segurança da população naquela época. A unidade era amplamente articulada com a Secretaria da Segurança Pública. Depois dessa desativação nunca mais se cogitou a volta do Posto Policial.

As famílias precisam alertar seus integrantes da importância em estar dentro da lei, pois a mesma não pode acobertar erros cometidos em plena ciência do ato. Não se pode "passar a mão na cabeça. Errou tem que pagar", reafirma uma moradora do Distrito.

Portanto, os dirigentes e responsáveis pela segurança pública precisam se articular para que as leis sejam respeitadas, senão a região estará condenada aos riscos de ter mais violência e retirar a calmaria que é o Distrito de Gameleira da Lapa. 

 

Category: Últimas Notícias

Deixar seu comentário

Postar comentário

0 / 500 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 1-500 caracteres
  • Nenhum comentário encontrado