POLÍTICA BRASILEIRA - Sítio do Mato-BA

Acessos: 648

Analisando a conquista do voto direto para as eleições, apoiar o voto nulo é uma questão constrangedora, mas na ótica do oposto é uma opção relevante para quem não tem uma análise do enfoque político Brasileiro. Um exemplo clássico é a composição da Câmara dos Deputados nas eleições de 2014, onde os interesses da minoria foram prevalecidos mais uma vez com o total apoio democrático da massa e da mídia, que mais confunde do que informa, divergindo assim o interesse popular. Os mais atentos são sabedores da “pauta prioritária” da Câmara que surpreende até mesmo o Senado Federal, considerado de “conservadores”.

A ascensão de Eduardo Cunha (PMDB/RJ), a presidência da Casa, o rompimento com o Governo Executivo Federal, após ter nome citado na Operação Lava Jato, aprovação da “pauta – bomba” com preposições de aumentarem despesas e desestabilizar o País. Para descobrirmos o jogo de interesse, basta analisar a quem defende. Fato recente e ainda em discussão é o Projeto de Repatriação dos recursos ilícito no exterior, onde a bancada do PMDB, com apoio do PPS, apresentou descaradamente Emenda para que o efeito desta lei não se aplique aos detentores de cargos, empregos e funções públicas de direção e eletivas, nem ao respectivo cônjuge e aos parentes consanguíneos e afins, até o segundo grau ou por adoção, dentre outros impudicos citaremos:

Projeto de Lei (PL) 4.148/2008 Acaba com os símbolos dos transgênicos nos rótulos dos produtos com organismo geneticamente modificado. Aprovado com 320 votos a favor e 135 contra. (projeto remetido para Senado no dia 30/04/2015)

Projeto de que restabelece o financiamento empresarial de Campanhas políticas (Declarado Inconstitucional pelo STF, por transgredir o regimento interno da Câmara, uma vez rejeitado e retornado em pauta)

Projeto de Lei 4330 -Terceirização das Empresas, que autoriza a terceirização e a pejotização em qualquer atividade da empresa. Ainda neste projeto, citamos o Dep Arthur Maia (SD/BA) por ser Relator e forte defensor deste Projeto de Lei, também citamos os deputados que obtiveram votação em Sítio do Mato-BA, e suas inclinações: ERIVELTON SANTANA ( PSC), JOÃO GUALBERTO (PSDB), JOSÉ ROCHA  (PR), SÉRGIO BRITO (PSD), seguiram o mesmo curso contra o trabalhador ao votar favorável a este vergonhoso Projeto de Lei 4330, exceto CAETANO  (PT) que posicionou contra o projeto. Estes nomes citados posicionaram de igual forma no Projeto de FINANCIAMENTO DE CAMPANHAS ELEITORAIS. (relembrando que os nomes citados são Deputados que obtiveram votos no município de Sítio do Mato-BA, o leitor poderá conferir os demais nomes dos Deputados da Bahia (veja quem votou -Terceirização das Empresas), (veja quem votou - Financiamento de Campanhas Eleitorais).

A crise política já reflete na economia e, em 9 (nove) meses de ação Parlamentar do Presidente da Câmara e seus aliados, é manifestada a forma retrógrada na política Nacional, em curto espaço de tempo, o que faz chega a conclusão de que nunca se regrediu tanto desde a redemocratização.

 

Autor: 

Moraes Lima - Especialista em Gestão Pública 

 

Deixar seu comentário

Postar comentário

0 / 500 Restrição de Caracter
Seu texto deve conter 1-500 caracteres