Category: Últimas Notícias
Written by: Editorial
Acessos: 117
0 Acesso: 117

Rodovia BA-161 Precisa de Mais Atenção das Autoridades

A Rodovia BA-161, trecho que liga Bom Jesus da Lapa a Sítio do Mato, foi construída na década de 1990, mas alguns acontecimentos mostram um lado cheio de problemas e situações que incomodam quem passa pela região.

Em razão de possíveis erros de projeto, na manhã desta sexta-feira - 20 de agosto de 2016 - aconteceu um acidente com uma carreta de alimentos que trafegava na BA-161. Após o trevo, no trecho chamado "Z", o motorista perdeu o controle do veículo após entrar em uma das curvas excessivamente fechada, acabou capotando. Mesmo com acontecimento, o motorista não teve ferimentos. Geralmente, um veículo pesado ao passar pela curva tem que escolher entre passar lentamente ou numa velocidade razoável com riscos de "comer" a faixa contrária. Mas, o que chama atenção deste caso?

Pesquisamos em todas regiões no entorno de região Oeste e inesperadamente identificamos que o Trevo que na BR-349 com destino a Sítio do Mato e à BR-242 é o único a apresentar um "zigue-zague" fora de qualquer geometria. Não sabemos se foi um feito intencional ou se não houve acordo na época da desapropriação do terreno.

O que soa estranho é que quando um terreno tem que ser desapropriado pelo bem público, seu valor não atende aos preços de mercado, portanto o negócio é feito. Mas, neste caso, é muito provável que o povo do município tenha explicação por essa engenharia fora de proporção.

Quando os motoristas seguem de Sítio do Mato com destino à BR-349, após o trevo de Santana, seguem praticamente em linha reta, exceto em alguns pouquíssimos trechos que topograficamente é visível a presença de ponto de caminhos de água da chuvas, mas não é o caso deste trecho "zigue-zague". A congruência das curvas é um excesso de risco para os motoristas que trefegam pela BA-161, momento que obriga os mesmos a fazer uma brusca desaceleração e aceleração, dificultando bastante o trafego.

Além disso, um trevo com intensa movimentação, apesar de boa sinalização, é preciso algum tipo de redutor de velocidade. As manobras que tem que ser feitas para o acesso a BR são muito perigosas, dado o excesso de veículo na via que liga Bom Jesus da Lapa à Serra do Ramalho e Santa Maria da Vitória.

CURVAS DO LOCAL DO ACIDENTE

Vale lembrar também, que a Ponte do Rio Corrente precisa de mais cuidado na sua manutenção e segurança. É preciso preservar a segurança e trafegabilidade, dado que este ponte é nitidamente estreita.

Autoridades dos municípios e população em geral precisam cobrar providências dos órgãos responsáveis pela falta de cuidado nos trechos rodoviário nessa região. O Departamento Nacional de Trânsito (DNIT) e a Secretaria de Infraestrutura do Estado de Bahia (SEINFRA) precisam zelar pela bom ordenamento do tráfego e cuidado com as vidas que trefegam pelas Rodovias Federais e Estaduais.

Exigir dos órgãos públicos nunca será um abuso, principalmente quando se busca o cumprimento dos deveres e termos legais amplamente expostos nos termos da existência dos mesmos.