Crise de Empresa Espanhola Atinge Região Oeste da Bahia

Written by: Editorial

A empresa espanhola ABENGOA é responsável pela construção do Linhão que escoaria energia da Usina de Belo Monte e também por obras de energia renovável e infraestrutura na Bahia.

A multinacional foi ganhadora de vários lotes de transmissão e tinha frentes de trabalho em Riachão das Neves, Barreiras, Santana, Bom Jesus da Lapa, Igaporã, Livramento de Nossa Senhora, Ibicoara, Planaltino, Castro Alves e Sapeaçu. Com a atuação da empresa foram naturalmente gerados vários postos de trabalho.

No entanto, a companhia vinha passando por sérias crises financeiras na Espanha e anunciou recentemente pedido preliminar de proteção contra credores, chamado de Recuperação Judicial. A Abengoa tem agora até quatro meses para negociar com os credores. Pela lei espanhola, enquanto isso os credores não poderão forçar a falência da companhia.

O impasse levou a empresa a realizar várias demissões nesses municípios, inicialmente 500 já foram demitidos. O Sindicato da Construção Civil Pesada afirma que esse número vai ultrapassar dos 1.500. Consequentemente, as operações da empresa no Brasil devem passar por uma forte reestruturação, sem descartar a possibilidade de encerramento de suas atividades.

Além do caos pelo fechamento dos postos de trabalho, a falência da companhia pode trazer sérias perdas para diversas empresas fornecedoras, setores ligados ao empreendimento e para as economias locais, uma vez que existem contas em aberto e dívidas pendentes. A crise da empresa não tem nenhuma relação com a atual situação da economia brasileira.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e o Ministério de Minas e Energia (MME) estão cientes da situação e devem definir a solução das linhas que estão sob responsabilidade da empresa espanhola. Paira ainda muita indefinição sobre este caso.

Category: Últimas Notícias