Grupo Paranhos Implantará Usina Sucroalcooleira em Muquém do São Francisco

O Município de Muquém do São Francisco, no Oeste da Bahia, está prestes a receber um dos maiores investimentos em toda região com a instalação de uma usina produtora de açúcar e álcool, a primeira da região.

Uma iniciativa do Grupo Paranhos, o investimento estar orçado em cerca de R$ 500 milhões, cuja capacidade inicial esperada de moagem é de 1,2 milhão de toneladas de cana, podendo chegar a 3 milhões de toneladas. A expectativa é de que cerca de 5 mil empregos sejam gerados durante a implantação e operação do empreendimento.

Informações apontam que o Grupo Paranhos terá uma usina moderna, que além da cana terá moagem do milho e do sorgo, isto é, a primeira usina flex do Nordeste. Com uma área de 50 mil hectares, o grupo já possui 120 hectares de cana plantada com objetivo de chegar a 7 mil, e já possui plantada uma área de 20 mil hectares de sorgo.

De acordo com o Governo da Bahia, existe também intenções de novas industrias sucroalcooleiras serem implantadas nos municípios de Barra e Xique-Xique. Os trâmites burocráticos e de incentivos já estão praticamente consolidados.

O empreendimento deverá ser instalados nas imediações da rodovia BA-161, trecho entre a BR-242 e o Distrito de Gameleira da Lapa (município de Sítio do Mato), área onde está localizada a fazenda do Grupo Paranhos, que atua há mais de 40 anos no local. A distância da fazenda do grupo até a zona urbana do Distrito de Gameleira da Lapa é de pouco mais de 60 km. 

O último dado oficial de produção da cana-de-açúcar em Sítio do Mato foi no ano de 2011, de acordo com o IBGE. Naquele ano foram produzidas 8 mil toneladas em uma área plantada de 400 hectares. 

De acordo com zootecnista Otávio Silva, "a região apresenta características importantes para este tipo de investimento, terreno plano e clima propício para irrigação, e agora com incentivo do Governo, a região pode ter um grande dinamismo com esta usina."

"Uma região que não é muito diferente da nossa, mas que tem apresentado bons resultados neste segmento é de Petrolina e Juazeiro, na qual tive oportunidade de conhecer", destaca o zootecnista. Otávio ainda conclui que "escolas agrícolas e institutos federais têm formado um contingente de profissionais na região capaz de atender parte da demanda do empreendimento."

Para que este investimento de Muquém do São Francisco beneficie a parte norte do município de Sítio do Mato - área que compreende todo o Distrito de Gameleira da Lapa - é necessária a recuperação urgente do trecho rodoviário da BA-161, onde se localiza a fazenda do grupo. Além disso, as intervenções também deverão potencializar os efeitos positivos para o município de Sítio do Mato do Frigorífico FRIJOA, instalado em 2012, pois a infraestrutura tem limitado os negócios dos produtores sitiomatenses.

Em conversa com o consultor em economia, Anderson Leite, ele afirma que "a tendência e as oportunidades mostram que uma interação com o município de Muquém do São Francisco pode favorecer mais o desenvolvimento de Sítio do Mato, tornando o município um potencial fornecedor de mão de obra e de insumos para o município vizinho, bem diferente de outro município que Sítio do Mato possui relação desvantajosa hoje."

Além de Sítio do Mato, o município de Muquém do São Francisco faz limite com os municípios de Ibotirama e Barra, no entorno da BA-161, Brejolândia e Wanderley nas imediações da BR-242 e no Rio São Francisco com Paratinga.

Category: Últimas Notícias