Distrito de Gameleira da Lapa Participa de Mobilização de Combate às Drogas

Written by: Editorial

O Distrito de Gameleira da Lapa, município de Sítio do Mato, realizou na manhã de quarta-feira, 02 de agosto, o Dia de Mobilização Contra às Drogas. A campanha é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Ação Social e das escolas locais com apoio das Secretarias Municipais de Educação e de Saúde, na qual contou com a ampla participação dos alunos das Escola Municipal Irmã Petronila Muller e Colégio Estadual Thomaz Leite, ambos de Gameleira, e com a participação especial dos estudantes da Escola Municipal Santa Clara da comunidade de Mangal 2.

Além dos estudantes, dirigentes escolares, professores, estiveram presentes também na ocasião a atuante Promotora de Justiça da Comarca de Bom Jesus da Lapa, Alice Koerich Inácio, membros do Conselho Tutelar, Polícia Militar e demais entidades da sociedade civil.

Nossa redação esteve presente no evento e conversou com algumas pessoas sobre a importância de campanhas como estas. Um aluno que não quis se identificar afirmou que "as drogas são perversas, pois destroem famílias e geralmente é assunto de polícia ou de morte. Estou fora!", retrucou o adolescente.

A diretora da Escola Irmã Petronila, Zilma Rodrigues, que tem trabalhado muito sobre questões diversas de conscientização na escola em Gameleira, elogia "o sucesso do evento, no qual centenas de alunos participaram, autoridades presentes e a mensagem clara passada para a comunidade, em chamar a atenção para o tema."

Na mesma sintonia, o coordenador municipal de educação, Márcio Lima, assegura que "o evento foi muito positivo, principalmente para aqueles jovens e adolescentes que nunca se envolveram com drogas. Mas também serviu de alerta para aqueles que tenham algum tipo de relação, deixando evidente que as drogas não são o melhor caminho a seguir."

O evento ainda contou com apresentações teatrais dos alunos do Colégio Thomaz Leite, literatura de cordel e apresentação de capoeira do Grupo de Capoeira Filhos de Santo Antônio, vinculado ao projeto Casa do Saber.

Diante da repercussão positiva do evento, a campanha deve ser permanente, seja na escola, na diversão e ou dentro de casa. O poder público precisa continuar seu papel ao focar e esclarecer os riscos que esta "patologia" social traz a nossa sociedade. E este é um momento primordial para que as famílias e amigos orientem os jovens a evitarem o mundo das drogas, que muitas vezes é um caminho sem volta.

Paralelamente a estas ações, deve-se investir mais em educação, trazendo inovação e tecnologia, em atividades culturais que busca desvendar talentos, e também em equipamentos e atividades esportivas, principal lazer da juventude. Tudo isso acaba por complementar o dia a dia da comunidade e trazer retornos sociais mais expressivos.

Category: Últimas Notícias
1 Acesso: 539